14:30Pode vir, vó!

História curitibana. O neto que estava na casa da avó ganha sorvete e se lambuza todo. Tem cinco anos. A avó pergunta o que a mãe dele diria se o visse daquele jeito. “Já pro banho!”, respondeu o piá. A avó, então, deu a mesma ordem. Ele foi, tirou a roupa e chamou a doce senhora. Queria que ela o ajudasse a se ensaboar. A avó disse que não, que iria se molhar toda por ele ser muito bagunceiro. “Venha pelada”, sugeriu o garoto. A avó recusou polidamente, “onde já se viu, etc e tal”. Aí o geniozinho arrematou: “Pode vir, vó, eu não vou rir”.

3 ideias sobre “Pode vir, vó!

  1. O Barão da Barão de Antonina

    E Zé, tá dando uma de Malu – colunista da Gazetona – vc só faltou adjetivar os personagens, como ele faz, p.ex. o neto de cinco anos do desembargador do tribunal de justiça do PR e a sua avó, mãe da…dona de uma boutique no Shopping que vem a ser irmã, blá..blá…blá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>