6:47Richa e Requião

Se Beto Richa não fosse Beto Richa, aplaudiria publicamente Roberto Requião por concordar com o estranho fato de a presidente Dilma Rousseff  ter escolhido Bernardo Figueiredo para o comando do pacotão das concessões das rodovias e ferrovias, aquele de R$ 133 bilhões que deixou o Paraná de fora dos projetos. Na semana passada, o senador peemedebista foi ao plenário para anunciar que protocolou, juntamente com o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), uma representação à Procuradoria Geral da República contra o ministro dos Transportes e o conselho de administração da Empresa de Planejamento e Logística, pela nomeação do Bernardo Figueiredo à presidência da EPL. Lembrou que a má gestão de Figueiredo à frente da Agência Nacional de Transporte Terrestre, fartamente documentada, implodiram a recondução de Figueiredo à direção-geral da agência. “Espero que o Senado não volte atrás e mostre que, no dia 7 de março deste ano, em uma sessão histórica, agiu no cumprimento de seu papel de zelar pelo bem público e não por fisiologismo”, disse Requião. Confiram http://www.robertorequiao.com.br/site/noticias/Agora,-Requiao-vai-a-PGR-contra-nomeacao-de-Figueiredo-e-pede-coerencia-ao-Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>