16:51Michael Clarke Duncan, adeus

por Célio Heitor Guimarães

Ele foi um grande ator, em tamanho e talento. Valia o que pesava também como ser humano. O ator Michael Clarke Duncan, famoso por haver interpretado o injustiçado prisioneiro do filme “À Espera de um Milagre”, morreu ontem, aos 54 anos. Ele se encontrava hospitalizado desde julho último, quando sofreu uma parada cardíaca.

No entanto, segundo a noiva, Omarosa Stallworth, com quem pretendia casar-se em janeiro, sua morte foi inesperada, já que ele havia saído da zona de risco no dia 6 de agosto.

Nascido em Chicago, Ilinois, Ducan sempre sonhou tornar-se ator, mas durante algum tempo trabalhou como segurança de celebridades, participando apenas de pequenas pontas cinematográficas. Até que conseguiu estrear no filme “Armageddon”, de 1998. Ali, fez amizade com o ator Bruce Willis, que o indicou para o papel de John Coffrey. Por esse trabalho, Michael foi indicado para o Oscar como melhor ator coadjuvante e para o prêmio Globo de Ouro.

Em 2001, atuou no reboot cinematográfico de “Planeta dos Macacos”, dirigido por Tim Burton e, em 2003, viveu o vilão Rei do Crime, na adaptação para as telonas de “Demolidor”. Viria a participar ainda de outros dois outros filmes baseados em HQs: “Sin City” (2005) e “Lanterna Verde”(2011), no qual emprestou sua voz para Kilowog.

Seu último filme foi “The Challenger”, produção de baixo orçamento, que se encontra em fase de pós-produção, sem data para lançamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>