12:39Os quatro PMDBs

Do analista dos Planaltos:

Das duas reuniões de peemedebistas que aconteceram ontem à noite, uma comandada por Doático Santos na Churrascaria Paiol, e outra na sede do PMDB comandada pelo ex-presidente Milton Buabssi, os dirigentes de Zonais presentes em ambas chegaram a uma conclusão: seja qual for o resultado da convenção municipal que ocorrerá no mês de julho o partido irá para as eleições dividido em quatro alas.
- A primeira liderada pelo senador Roberto Requião que defende a candidatura própria com Greca.
- A segunda dos deputados estaduais e Doático denominada pelos adversários de vendilhões, que apoia o prefeito Luciano Ducci,
- A terceira dos pemedebistas Renato Adur e Marcelo Almeida denominada de empresarial pois  apoia Ratinho Junior com os filhos de Orlando Pessuti.
- A quarta de pemedebistas veteranos e que foram companheiros de Mauricio Fruet e apoia Gustavo e conta com a familia Anibelli mas alguns ex-deputados e vereadores.
Portanto são muitas alas para poucos votos, o que enfraquece o partido que hoje só conta com dois vereadores e pode ficar sem nenhum, ou apenas um a vereadora Noêmia que conta com os votos da Assembleia de Deus.
Algaci Tulio estaria sem chances pelo desgaste sofrido.
O que todos têm dificuldade de entender é como Doático Santos, que segundo consta é funcionário do Senado, não segue seu líder Requião, assim como Stenio Jacob e outros denominados requianistas.
Teriam sido liberados e Requião estaria com um pé em cada canoa apostando em duas candidaturas, ou o senador ainda pretende reagir e disputar a convenção para valer ou fará figuração?
A essa altura do campeonato, a candidatura de Greca só é ruim para Ducci , por ser de oposição e somar 4 minutos no horário eleitoral na turma dos adversários.
Requião, que parece estar entusiasmado para disputar o Governo em 2014, quando nada teria a perder, pois se derrotado ficaria por mais quatro anos no Senado, não poderia abrir mão desse tempo de mídia e exposição para criticar o governo de Beto Richa, o que., é claro ajuda Gleisi Hoffmann.
Novas reuniões já foram marcadas pelas quatro facções.

2 ideias sobre “Os quatro PMDBs

  1. Conde Edmundo Dantas

    A estratégia de Requião, a meu ver, está em criar extrema confusão dentro das hostes pemedebistas, a tal ponto em que ele (Requião) aparecerá como única e última solução para unir o partido e se apresentar como candidato a Prefeito. Se perder, terá a justificativa de ter sido candidato com o único intuito de colocar o PMDB nos trilhos, deste modo, terá uma ótima justificativa para a derrota. Se ganhar, …. ganhou e retoma a liderança absoluta do Partido, tornando-se forte candidato ao governo do Estado em 2014. Se perder a eleição em 2014, ainda assim será forte candidato à reeleição para Prefeito.

  2. Conde Edmundo Dantas

    Acrescente-se ao texto que acima escrevi o entre aspas:

    Se perder, – “continuara como Senador da República” – e terá a justificativa de ter sido candidato com o único intuito de colocar o PMDB nos trilhos, deste modo, terá uma ótima justificativa para a derrota.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>