8:17Os ratos do Congresso

por Josias de Souza, na Folha.com:

Em recesso, o Senado passa por ‘desratização’ 
 
A duas semanas do final, o recesso parlamentar ganhou um símbolo: o rato. Normalmente, é notívago. Como certos políticos, age na treva. Teme a luz do dia. Só sai da toca à noite.
Ausentes os egocêntricos intrusos, os roedores deram azo ao ratocentrismo. Tomaram posse. Há dois dias, véspera do depoimento de Fernando Bezerra, deu-se o inusitado.
Um rato decidiu dar as caras na Secretaria-geral da Mesa do Senado. Em pleno horário de expediente. A assessoria de José Sarney preparava a audição do ministro.
Como que irritado com religamento extemporâneo das caldeiras do Congresso, o rato perdeu a cabeça. Mordeu o pé de uma servidora. Por mal dos pecados, ela calçava sandálias.
A reação foi instantânea. Implacável. Inapelável. Determinou-se a desratização da Secretaria-geral. De quebra, encomendou-se a dedetização do ambiente.
Injusto, muito injusto, injustíssimo. Brasília há muito ganhou a forma de um queijo 100% feito de buracos. O STF inibiu o uso do politicida da Ficha Limpa. Por que, então, a reserva de mercado?

Uma ideia sobre “Os ratos do Congresso

  1. Bebum

    Essa tal ‘desratização’ deveria ter sido feita ANTES do recesso, pois assim,talvez, pegasse algumas ratazanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>