18:48Antes que mate o nosso governador

de Dalton Trevisan

Bem cedo João faz a barba assoviando, beija a mãezinha e anuncia que o culpado de tudo é o governador – ele vai matar o governador. Monta no petiço e, a velha garrucha na cinta, rmope a galope. Longe, diante dum boteco, o tordilho cai estropiado. Ali no palanque três cavalos encilhados. João se decide pelo branco e parte em disparada, na pressa de matar o governador. O caboclo deixa no balcão o copo de pinga, sai da venda e, no instante em que o cavaleiro cruzava a ponte, saca a pistola, faz pontaria, acerta bem na nuca. Acerta o João antes que mate o nosso governador. E foi uma pena. Moço lindo estava ali.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>