9:29Os trilhos dos bilhões

por Paulo Ferraz

No recém relatório divulgado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), essas são as obras em estudos para o Paraná e seus respectivos custos: 

- Variante Guarapuava/Ipiranga - 130 km – R$ 675 milhões ( isso mesmo! de 220 já está em 675)

- Contorno de Curitiba –  50 km – R$ 260 milhões ( isso mesmo! de 100 pulou pra 260 )

- Adequações Curitiba/Paranaguá -110 km- R$ 795 milhões ( adequações! se isso é possível !  )

- Cascavel/Foz do Iguaçu – 130 km – R$ 675 milhões ( prioridade sobre o trecho Cascavel/Guaíra )

Total de 420 km ao custo de 2,4 bilhões de reais. Ou seja, a custo médio de R$ 6 milhões por quilômetro, quando as obras do PAC custam em média R$ 3 milhões/km.

5 ideias sobre “Os trilhos dos bilhões

  1. Velho de Guerra

    Neste país de muitos desonestos e fraudadores, nada é feito para estancar esta roubalheira escancarada. De que adianta tanta estrutura burocrática (DNIT, Ministério Público, Polícias etc). Talvez alguma reportagem investigativa do Fantástico, provoque ações imediatas destes agentes públicos. Tal qual o MP do Paraná fez neste episódio da fraude nas bombas de combustíveis. Na madrugada, após “assistirem” o Fantástico acionaram o Juiz de plantão e na manhã de ontem estavam todos nas ruas agindo, prendendo, buscando, apreendendo e aparecendo nas telinhas. Este “empresário” é o espelho de uma realidade, que a cada dia mais presenciamos nesta tão propalada ascensão de classe econômica. Ele é a síntese do que constatamos nas ruas, shoppings, supermercados, praias, restaurantes. Carrões, cartões e falta de educação para tudo, até para consumir… Esse é o tipo de empresário, que surge todos os dias estimulado pela new cultura do empreendedorismo. Vejam a quantidade de escadas nos tetos dos carros nas ruas ou tente contratar um prestador de serviços honesto.

  2. Wilmar

    Adequações Curitiba/Paranáguá??? Peraí, não pagamos um pedágio dos mais altos do país exatamente nesse trecho? Assim até eu!

  3. tony

    As adequações no trecho Curitiba/ Paranaguá se referem à ferrovia. E que eu saiba ninguém paga pedágio quando viaja de trem. ACarlos

  4. A Verdade

    Estes preços estão fora da realidade!!!! Ferrovias não custam tão caro, e não há imposto que justifique tamanho preço!!!! Com certeza alguém ganhará nessa, e não é a população (até porque estas ferrovias servirão apenas para transportar carga)!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>