11:04Nanando

Mais uma do tiroteio! Um dos quatro demitidos da Celepar é protagonista de uma fita onde aparece dormindo, deitado em cima de cadeiras, durante o horário do expediente que cumpria durante a madrugada.

4 ideias sobre “Nanando

  1. Fábio

    Justamente para isso existe processo administrativo disciplinar, para apurar tais fatos. Porém estas demissões foram injustificadas. A questão não se refere somente as demissões. Mas também o fato de não seguir as normas vigentes na empresa. Que já foi, inclusive, motivo de reversão de demissões, junto ao poder judiciário. Como certamente ocorrerá nestes casos.

  2. Funcionário

    Vale informar que pelo estatuto da empresa o processo de demissão exige um processo administrativo com ampla defesa do funcionário e da empresa também antes de qualquer desligamento poder ser efetuado.
    O fato é que existem funcionários ruins e que merecem justamente ser demitidos mas não podemos deixar isso ofuscar a ação arbitrária da empresa. Tem mais um “lote” de funcionários que serão demitidos e entre eles também ocorrem casos de demissão arbitrária em um deles nem mesmo um motivo foi dado como no caso já apresentado neste blog em que o motivo foi de o funcionário ter processo judicial contra a empresa.
    Parodiando um pouco essa situação da CELEPAR que parece que virou uma temporada do “O Aprendiz” só que a houve uma “síndrome” de Roberto Justos na qual o sintoma característico é usar a frase “Você está demitido”

  3. Marcus Ilipra

    Ainda bem que na 2.feira a verdade começará vir à tona !
    Como o sindicato não tem mais bandeira para segurar, uma vez que a empresa atendeu praticamente todas as reivindicações do último acordo coletivo e sempre se dispôs a conversar sobre todos os assuntos e além disso, implantou o plano de carreira com a participação de todos os funcionários, conforme firmado no acordo ainda de 2010, eles (sindicato) que tem medo de se expor pois sempre assinam como “diretoria colegiada”, ficaram sem motivo para justificar o que cobram dos empregados para manter a mordomia sindical. Estão fazendo tempestade pela demissão de 4 funcionários problemáticos entre mais de 1100 funcionários que hoje fazem parte do quadro da empresa. Besteira, quero só ver o que vão fazer depois da tal audiência do dia 9 !!! Vamos trabalhar e não dormir nas cadeiras !!!

  4. CNor

    Que bonitinho o Marcus falando em nome da CELEPAR.
    A empresa atendeu quase todas as reivindicações porque os funcionários estavam com indicativo de greve, e não por boa vontade. A vontade inicial dela era de tirar benefícios… (diga que estou mentindo)
    Ninguém é Santo aqui e muito menos demônio. Nesta última leva de demissão, há pelo menos 2 pessoas que foram mandadas embora por simples perseguição, eles não dormiram em cadeiras e nem assediaram ninguém. Se os outros demitidos decidiram entrar na açaõ conjunta, paciência… A culpa é de quem não quis instaurar Processo Adminstrativo Disciplinar quando devia, deixou uma brecha para eles.
    E não se engane, pois segundo comentário “off-record”, haverá ainda mais demissões… só estão esperando estes condenados voltarem de licença médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>