9:49OS BÊBADOS AMAM DEMAIS

Na posse de Dante Mendonça como o novo integrante da Academia Paranaense de Letras, ontem à noite, no Teatro Paiol, um livreto que foi distribuído para alguns privilegiados chamou a atenção. Primeiro, pelo título, um achado: “Os bêbados amam demais”. O autor estava ali, polaco e bigodão que lembra Leminski. Sentado ao lado do Solda, Antonio Thadeu Wojciechowski, foi assim definido pelo cartunista: “Um bêbado invertebrado”. Claro que é uma tirada com frente e verso de verdade, mas a “novelha” do Thadeu, segundo o próprio, “conversa com Dante Alighieri”  da Divina Comédia. Foi publicada originalmente no blog “polaco da barreirinha” (www.polacodarreirinha.wordpress.com) e agora foi para o papel, com ilustrações do Magoo (www.magoodesign.blogspot.com), também conhecido como Alessandro Rüppel. A dupla é barra pesada. Quem trilhou os mesmos caminhos vai se identificar. Quem não trilhou, vai conhecer. Segue um trechinho, só para atiçar os demônios internos:

Dia dessess, andando no cu da madrugada,
Tão bêbado, trôpego, triste e comovido,
Que imaginei estar sofrendo na lombada
Todas as dores deste mundo sem sentido.

Uma ideia sobre “OS BÊBADOS AMAM DEMAIS

  1. renato

    Saber informar os contatos…
    Por onde andará… Jaime Sunye Neto? Famoso enxadrista.
    Por onde andará… Carmen Sunyê, jornalista. Labutou na Rede Paranaense de Comunicação (RPC), Canal 12, e na TV Iguaçu (canal 4). Carmen Sunyê é mãe do Jaime Sunyê?, famoso enxadrista!
    Por onde andará… Antônio Thadeu Wojciechowski?, poeta curitibano. E Dalton Trevisan?
    Responda quando puder, por favor. Grato.
    Renato acompanha Zé Beto nas redes sociais.
    Renato/ Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>