6:24A barganha dos pulhas

A manchete da Gazeta do Povo berra que “líderes” de partidos articulam barganhar a troca da CPMF pela liberação dos bingos e videoloterias no Brasil. Em benefício da Saúde. A ninguenzada que acabou de ir às urnas para escolher seus representantes na nas Assembleias Legislativas, na Câmara Federal, nos governos e na presidência, mais uma vez assiste a um espetáculo que, de tanto se repetir, não causa a revolta que deveria. Como se vivessem no país impune dos pulhas, onde, quando têm uma unha encravada, correm para o Albert Eisnten ou Sirio Libanês para tratar da dor, com direito a cobertura da imprensa, estes senhores da Casa Grande negociam a melhor maneira de se lambuzar em dinheiro sujo oferecendo para os desvalidos da Senzala a enganação de que o sistema de Saúde do país vai melhorar. Foi assim quando atocharam a CPMF goela abaixo dos que ainda não aprenderam a gritar. O governo federal desviou o dinheiro para a festança em outras áreas, enquanto o tratamento no sistema de saúde continuou em estado calamitoso, e nunca se conformou com o fim. Agora quer apertar o garrote de novo, com a mesma lorota. E os sacripantas do Congresso oferecem uma “saída”, para oficilizar o que, na prática, já existe, a jogatina que serve de fachada para lavar dinheiro. É o horror!

2 ideias sobre “A barganha dos pulhas

  1. Jango

    Zé Beto – já ouvimos essa toada e assistimos esse filme outras vezes e a saúde pública continuou a mesma para a sociedade em geral.
    Joga-se oficialmente e extraoficialmente como nunca neste país. E, ainda, cada agência de apostas da Caixa Econômica tem, praticamente, a seu lado uma portinha para o jogo do bicho. Sem falar na imensa lavanderia de dinheiro escuso positiva e operante no país.
    Num país que precisa de empregos e perspectivas para a juventude a politicagem oferece a abertura da jogatina.
    Alguma proposta para baixar os tributos, diminuir os juros, acabar com a criminalidade e a corrupção, criar empregos decentes ?
    Continuamos de mal a pior.

  2. Omero

    Safadeza é o que não falta naquela casa chamdada de Congresso Nacional. Um antro de picaretagem e mal versação do dinheiro público. O imposto da CPMF foi uma roubalheira cuja verba o Sistema de Saúde não recebeu como determinava o projeto e a boa inteção de seu idealizador, conceituado médico e ministro da Saúde, na época, José Jatene.
    Se demitiu do cargo quendo viu que a CPMF estava sendo roubada da Saúde para outros fins…
    Agora querem arrumar outra maracutaia. O negócio é não liberar a jogatina e menos ainda, recriar a CPMF, que viria travestida de outro nome: CSS? Contribuição Social da Saúde. É isso?
    Será que a sociedade brasileira quer ‘contribuir’ com essa farsa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>