12:49Lula da Silva, agora em quadrinhos

 

Do blog do deputado federal André Vargas (PT):

Luiz Inácio Brasileiro da Silva, editora Sarandi (37 mil exemplares, formato 27,5 x 20,5 cm, 48 páginas, R$ 4,95).
O texto é de Toni Rodrigues, autor dos livros infantis “Um monstro no meu quarto” e “Tem bicho que gosta” e as ilustrações são do argentino Rodolfo Zalla, que se destacou como editor de quadrinhos na década de 80 com as revistas “Calafrio” e “Mestres do Terror”.
O gibi começa com o elogio do presidente norte-americano Barack Obama ao colega brasileiro durante reunião do G20, em abril de 2009. “Essa é a história do homem que Obama chamou de ‘o político mais popular do Planeta Terra’”, diz a introdução. O gibi aborda uma série de temas que não apareceram no no filme “Lula, o filho do Brasil, de Fábio Barreto, como o nascimento de sua filha Lurian e outros fatos relevantes da história da política brasileira, do final da década de 70 ao período da redemocratização. Aparecem no gibi ainda a posse de José Sarney, após a morte de Tancredo Neves, a eleição de Fernando Collor de Melo (sem menção ao processo de impeachment) e as duas derrotas na disputa pela Presidência para o tucano Fernando Henrique Cardoso, tratado como “um antigo companheiro de lutas”.
“Finalmente, nas eleições de 2002, o filho de Dona  Lindu se elege pela primeira vez como presidente do Brasil. Ele implementa em seu governo um amplo programa social, sempre que possível voltado para os menos favorecidos”, diz o gibi. “Lula é reeleito em 2006. Os problemas são muitos, nem todas as batalhas são vencidas, mas ele chega ao final de seu segundo mandato com um dos maiores índices de popularidade da história da República.”
Tirado do texto original de Daiene Cardoso

Uma ideia sobre “Lula da Silva, agora em quadrinhos

  1. jobalo

    que vergnha, usar um tipo destes para fazer um gibi, que exemplo para a gurizada, um analfabeto populista e que diz não ver nada, das infinidades de coisas erradas que aconteceram no seu nefasto governo, pena que teremos que aguentar mais uma etapa de desmanddos e falcatruas, com o governo da quadrilheira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>