16:31Limpo, criativo e sincero

Se existissem drogas, não existiria o rock’n’roll. Isso é fato. Mas as drogas nunca foram o grande motor do rock. O que vale é a imaginação, o talento e a capacidade de criar letras memoráveis. As drogas não facilitam esse trabalho. Se elas fossem tão vitais para a criatividade quanto parece, qualquer um faria rock de qualidade. Bastava usar cocaína aqui, heroína ali, e todo mundo teria um hit. É fato também que há um exagero total nesse encantamento com as drogas. Eu as usei durante décadas, usei porque quis e estou limpo desde 1977. (Keith Richards, em entrevista à revista Veja)

3 ideias sobre “Limpo, criativo e sincero

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>