7:14SOLDA (Alceu Dispor)

HOJE EU ACORDEI
DE SACO CHEIO
O CAMINHO
TEM UMA PEDRA NO MEIO
ELA DISSE QUE VINHA
E NÃO VEIO
NINGUÉM DESLIGA ESSE RÁDIO
ENQUANTO EU LEIO
DESCOBRI QUE NÃO SOU BONITO
MAS MUITO, MUITO FEIO

2 ideias sobre “SOLDA (Alceu Dispor)

  1. zé beto maciel

    Ótima essa do Alceu Dispor que eu devolvo assim com uma

    Liminskada

    nem enche o saco
    sou poeta
    e que se dane o que me resta
    faço o que me dá na telha
    dou um tiro na testa

    para por aí
    sou poeta
    não valho o que me presta
    não corre sangue nas minhas veias
    corro atrás do que me interessa

    azar seu
    sou poeta
    meu destino é este
    empresto bem cedo
    não pago e nego
    quem me detesta

    que se foda
    se sou poeta
    não tenho estrela guia
    nem guento mais esse caminho
    faço tanta besteira
    que ninguem mais me conserta

    ó pro ceis
    todos os poetas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>