16:07Lerner comanda projeto de revitalização do cais do Porto Alegre

Do jornal Zero Hora, em reportagem de Gilberto Simon:

Proposta espanhola para o Cais
Consórcio de cinco empresas, quatro europeias e uma brasileira, apresenta-se para revitalizar cartão-postal de Porto Alegre

Porto Alegre poderá ter um sotaque catalão nos próximos anos. Barcelona, a segunda maior cidade espanhola e que recuperou nos anos 90 a sua área portuária, hoje um dos pontos mais visitados da Europa, deverá ser a base da reformulação do Cais do Porto da Capital.

Um consórcio formado por cinco empresas, quatro delas espanholas, foi o único a apresentar uma proposta ontem na abertura dos envelopes da licitação do governo do Estado para execução do projeto.

O consórcio é liderado pela Contern, braço da construção civil do grupo brasileiro Bertin, mega empresa de alimentos que desde 2003 opera grandes obras no país. O presidente da comissão técnica de avaliação do Cais do Porto, Edemar Tutikian, afirmou que outros quatro consórcios retiraram o edital e considerou a complexidade de execução o motivo para somente um encaminhar proposta. Ele comemorou o fato de o grupo brasileiro liderar o empreendimento:

– É uma segurança. Eles são fortes.

Além de investirem financeiramente no cais, as empresas espanholas vão repassar a experiência da bem-sucedida reformulação da orla de Barcelona, impulsionada pelas Olímpiadas de 1992. O ex-presidente do porto da cidade, José Munné, que liderou os trabalhos de revitalização do cais da capital catalã e hoje representa uma dessas empresas, a Gestión y Servicios, será um dos especialistas que se debruçará no projeto gaúcho. O diretor de Projetos Especiais da Contern, o gaúcho Mário Rache Freitas, afirma que os espanhóis apostam pesado no empreendimento.

– Eles enxergaram o que todo porto-alegrense deseja. O projeto devolve o Guaíba ao porto-alegrense – aponta.

Contratado pelo governo do Estado para fazer o estudo de viabilidade urbana e arquitônica que serviu de base para o edital, o urbanista Jaime Lerner – ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná – foi também um dos responsáveis pelo projeto do consórcio. O arquiteto Paulo Kawahara, do escritório de Lerner, explica que a parte de acessibilidade e urbanização ficou com os brasileiros, enquanto a etapa arquitônica e a reforma dos armazéns, com outra empresa espanhola.

O novo visual do cais só deverá ser conhecido em 10 dias. Antes de liberar, o governo avaliará a documentação do consórcio. Se for aprovada, as maquetes serão divulgadas. Depois, será aberta a proposta econômica, que poderá chegar até R$ 500 milhões.

O diretor da Contern adiantou que o projeto apresentará uma proposta para integrar o novo cais ao Centro, separados pelo muro. Freitas, porém, não adiantou se a barreira de concreto irá desaparecer.
Deputados do PT questionam licitação
José Munné Ex-presidente do porto de Barcelona

O muro da Mauá não é o único obstáculo que o projeto de revitalização do Cais do Porto terá de transpor para sair do papel. Processos na Justiça e movimentações da oposição podem barrar a execução do projeto.

Tramina na Justiça Federal ação da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (Antaq), que contesta a licitação, por entender ser da União a prerrogativa de regular o porto da Capital e não do Estado. Ontem, a bancada do PT na Assembleia Legislativa, liderada pelo deputado Raul Pont, encaminhou ao procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo da Camino, pedido para que o processo fosse suspenso. Além do impasse com a Antaq, Pont indica problemas no edital.

– A licitação tem exigências restritivas, que pré-direcionam a concorrência – destacou.

A comissão do governo, que nos bastidores comemorou o fato de só um consórcio ter apresentado proposta, corre agora contra o tempo e torce para que nenhuma dessas barreiras cruze o caminho do projeto até a assinatura do contrato.

O governador eleito Tarso Genro não se manifestou sobre o tema ontem. No Painel RBS, realizado nesta semana, ele garantiu a execução do projeto:

– A revitalização do Cais sai no meu governo, articulada com a humanização e revitalização do Centro.

4 ideias sobre “Lerner comanda projeto de revitalização do cais do Porto Alegre

  1. Parreiras Rodrigues

    Qual será o comentário do tuiteiro que por pouco, muito pouco, não dançou na eleição pro Senado?

    E os anti-lernistas, aqueles…sei como se sentem. Eu também não gostava que minha namorada assistisse filme com Tony Curtis.

  2. silas

    É mais uma e falar o que? Êle não serve aqui, dizem uns mas, serve no resto do mundo. Só falta agora o Requião que deve estar se mordendo de inveja falar mal do Jaime Lerner que não está nem um pouco preocupado com isso pois está mesmo trabalhando, fazendo o que gosta e bem , não depende de cargo politico, é aposentado e continua produzindo pois á competente e reconhecido.

  3. Estatística

    Meus deuses!!!

    Vai falar da tribuna, em Brasília, que houve marmelada na contratação do escritório do JL.

    Vai pedir CPI. Vai tentar escrachar o bom trabalho.

    Vitupérios. Xingamentos. Palavrões.

    Para o onisciente e onipotente, que divide o sétimo céu só com Chavez e Lulla, vai ser MUITO difícil de engolir.

    Haja Tegretol.

  4. Zangado

    E o Dudu Portuário não estar nessa …
    O melhor portuário do planeta ou do mundo …
    Não é possível, inacreditável …
    Aliás, onde diabos navega o Dudu Portuário ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>