11:05Desfeito o mistério da carteira de trabalho do Osmar

Agora se sabe porque, no debate da Rede Massa, o senador Osmar Dias (PDT) folheou aquela carteira de trabalho. Ele estava sinalizando para os dados que foram divulgados ontem pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em agosto, o Brasil criou 299.415 empregos com carteira assinada, 0,86% amais do que em julho, quando foram criados 181 mim postos de trabalho. E os maledicentes achando que era um torpedo enigmático para o Beto Richa. Ô, povo!

9 ideias sobre “Desfeito o mistério da carteira de trabalho do Osmar

  1. Charles Friedrich Junior

    Pera aí, Zé ! Nem o pinóquio.news, vai publicar. Empregos no setor de serviços.Serviços de campanhas . Correto. Porta bandeiras, distribuidores de jornais de campanha, carregadores de pirulitos, fixadores de cavaletes, pintores de muros, motoristas das frotas locadas.
    Vamos aguardar após 03 de outubro. Como estará o setor de serviços.

  2. Antonio

    Estou experando uma esplicação do Osmar sobre a lei sugerida por ele para acabar com o FGTS. Sou trabalhador e e iria votar no senhor, mas se isso for verdad… não sei mais

  3. eks burg

    existe uma diferença patente entre “criação de empregos” e formalização de empregos. se acostumaram a dizer no brasil q tantos empregos foram criados, mas isso é mentira. na base da rais existem apenas 35 milhoes de brasileiros cadastrados. se for assim, temos mais uns 70 milhoes de brasileiros em idade ativa e “desempregados”.

    mas isso é uma diferença tão sutil (nao obstante, mui importante) que nao faz a menor diferença num país onde a casa civil tem um mensaleiro, uma terrorista e uma lobista trabalhando de ministros.

  4. Fran

    Daqui a pouco vem alguém dizer que quem oportunizou essa quantia de vagas foi o Lula, mas nem sequer lembra do pequeno e médio empresário que leva esse Brasil nas costas, sustentando vagabundo com bolsa esmola.

  5. antonio carlos

    Eu não sabia que político andava armado de Carteira de Trabalho, isto é coisa para quem trabalha. Como político profissional costuma não trabalhar, para quê então apresentar a Carteira? ACarlos

  6. Pablo Calvo

    Osmar, repito, entrou no serviço público, por volta dos 30 anos, em 83, nomeado por José Richa para a presidencia da Companhia de Fomento do Paraná. Foi o começo da sua vida política, pois depois iria para a Secretaria da Agricultura, Álvaro governador, apoiado por José Richa. O resto todos sabem, mais um governo na Seab, depois senado, até agora. E já deu prá amealhar prum futuro supimpa.

  7. Pablo Calvo

    O seu carro forte na campanha é a agricultura, principalmente a do estado do Tocantins, sede de grande e bem equipada fazenda.

  8. ATENTO AOS FATOS

    Fran: É ignorancia sua dizer que os pequenos e médios empresarios sustentam “vagabundos” com bolsa familia (que voce chama de “esmola”).
    Ao contrario, foi a oportunidade do bolsa familia que fez com que mais de 30 milhões de brasileiros passasem a consumir, com isso gerando riqueza e mais renda dentro do pais. Está é a formula que tem que ser continuada pelo governo da Dilma e que tanto tem dado certo no governo Lula.

  9. Fran

    Sr Atento aos Fatos, pode ser ignorância minha, mas é o que vejo diariamente, e o que me faz ter essa opnião. O pequeno e médio empresário já não possui mão de obra, pois o “operário” prefere receber esses beneficios à trabalhar.
    É fato! Só chegar no mercadinho, quitanda, panificadora, que sempre há vagas em aberto para as atividades operacionais. Realmente muita gente merece esse beneficio, mas se ampara nele para se acomodar na vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>