9:00Kruger, o craque que quase virou padre

O grande Dirceu Kruger, que em 2011 completa 45 anos de Coritiba, revelou ontem em estrevista a este beque, para o terceiro programa “Musga da Cachola” (a estreia é sábado, às 8h15, na Rádio Evangelizar – AM 1060), que foi seminarista antes de se tornar ídolo Coxa. Nascido e criado na Barreirinha, passou três anos no Seminário São José, ali perto do Instituto Paranaense, no bairro Batel. Ali, aprendeu as lições básicas da vida, e jogava bola. Ele só lamenta o fato de os internos mais velhos terem de atuar de batina. É que, assim, era impossível meter a bola no meio das canetas dos adversários.

Uma ideia sobre “Kruger, o craque que quase virou padre

  1. Parreiras Rodrigues

    Também fui seminarista. Também joguei contra padre de batina. Também quero ser entrevistado.

    Comecei no futebol aos 14 anos, lá na minha Santa Isabel do Ivaí. Dai prá frente, fui piorando, piorando…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>