18:39Coligação de Osmar Dias acusa prefeito de Piraí do Sul, aliado de Beto Richa, de tentar impedir a presença do senador na cidade

Da assessoria de Osmar Dias, candidato do PDT ao Governo do Paraná:

Prefeito de Piraí do Sul, aliado de Beto Richa, usa veículos municipais e espaço público para impedir chegada de Osmar na cidade

O prefeito de Piraí do Sul, Antônio El Achkar (PTB), aliado do candidato tucano ao governo Beto Richa, colocou ônibus escolares e veículos municipais para impedir o pouso da aeronave em que estava o candidato Osmar Dias (PDT) no estacionamento do Centro Cultural do município. Apesar disso, centenas de eleitores e lideranças políticas da região puderam ouvir e aplaudir as propostas de Osmar, seguida de carreata e buzinaço pela cidade na tarde deste sábado (4). 

“Isso é abuso de poder. O prefeito fez descarado uso da máquina pública para fins político-partidários”, criticou Elizeu Kocan (PDT), coordenador da campanha de Osmar na região junto com Luiz Valdir Slompo de Lara (PT). Eles informaram que vão entrar com os recursos judiciais cabíveis contra a ação do prefeito. 

Indignado com a atitude do prefeito, o presidente da Câmara Municipal, Maricelso Ribeiro (PCdoB), disse que os ônibus escolares deveriam estar na garagem municipal e não no estacionamento do centro cultural em pleno sábado, quando não devem circular. Ele avisou que também vai entrar com moção de repúdio na próxima sessão da Câmara, marcada para a quarta-feira (8). 

“Enviamos ao prefeito um ofício no dia 2 de setembro informando sobre o uso do local para pouso do helicóptero que traria Osmar e Requião. No dia 4, recebemos uma resposta negativa, alegando que haveria festa no centro cultural e que o estacionamento seria usado pela população. Porém, o que vimos aqui foi meia dúzia de pessoas dentro do centro cultural e uma frota ônibus e veículos públicos fechados ocupando o estacionamento, onde o helicóptero iria pousar”, contou. 

O candidato Osmar Dias avaliou a atitude do prefeito como uma pequena amostra da “arrogância e ignorância” do grupo político que quer se instalar no Palácio Iguaçu.“O prefeito se acha o dono da cidade e, essa gente eleita, vai se achar dona do Estado. Mas a cidade é do povo e o Estado é de todos os paranaenses”, rebateu Osmar. 

No meio da confusão, o aposentado Pedro Marques dos Santos, 62 anos, reclamou: “O que o prefeito fez foi uma grosseria, uma falta de respeito com a população, que tem o direito de ver e ouvir seu candidato. Isso só nos dá a certeza que Osmar é o melhor. Agora é que vamos com ele”. 

O ex-governador e candidato ao Senado Roberto Requião (PMDB) criticou a atitude do prefeito que sempre recebeu apoio em seu governo. “Vejo os ônibus que nós demos para Piraí do Sul sendo colocados para impedir nossa vinda aqui. Nunca vi tamanha grosseria com uma pessoa que tanto fez pelo município”, disse. 

Requião lembrou projetos sociais que beneficiam o município, como Leite das Crianças, Luz Fraterna, ônibus escolares, Trator Solidário, Tarifa Social da Água. “Esperava que o prefeito, mesmo não votando em Osmar, viesse aqui me cumprimentar e agradecer pelo que fiz pela população local. A resposta quem vai dar é o povo, elegendo Dilma, Osmar, Requião e Gleisi no dia 3 de outubro”. 

Revolta – As pessoas que participaram do evento repudiaram a atitude do prefeito e afirmaram que não é possível confiar no candidato apoiado por Antonio El Achkar. “Se ele faz isso aqui na prefeitura, imagine o que seria feito no governo com o candidato que ele apóia. Esta não é a postura de um homem público, que deveria zelar pela democracia”, afirmou a enfermeira do hospital municipal, Sônia Ferreira, 51 anos. 

Eunice Ferreira dos Santos, de 49 anos, ficou injuriada com o prefeito. Disse que “não dá pra confiar em alguém assim”. Para ela, atitudes como esta ressaltam as qualidades de Osmar, um homem sério e competente. “Já conhecemos o trabalho dele. Sempre votei nele e agora é que vou continuar votando”, disse. 

A postura do prefeito Antonio também fez com que a dona de casa Maria Rita Rodrigues, 47 anos, tivesse ainda mais confiança em Osmar. “Não acho isso certo. É um jogo sujo. Não vemos Osmar fazer isso. Ele é um homem sério, que não fica dando risadinhas, mas com certeza vai tratar o povo do Paraná com responsabilidade e respeito”, disse.

______________________________________________________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>