7:42A dentadas

Duas de Rogerio Distefano, cada vez mais navalha brilhante, no Maxblog (www.maxblog.com.br):

Diferenças entre Beto Richa e Luciano Ducci.
Beto usou aparelho nos dentes e tem sorriso de botox nos músculos da face, tão permanente que não sai nem quando Roberto Requião ofende a memória de José Richa, seu pai. Deve ter sido dependente do pai no plano de saúde do Senado.
Luciano tem prognatismo, o maxilar inferior projetado. Deve ter tido infância de brasileiro normal, isto é, pobre, de acesso ao essencial, e chegou atrasado para embarcar no trem dos aparelhos ortodônticos vendidos em cada esquina.
Luciano inventou o programa “mãe curitibana”. Beto inventou a “sogra fantasma”. Fico mais tranqüilo com Luciano Ducci. Por enquanto.

Nós nos merecemos
A Gazeta do Povo traz a enquete sobre a saída de Beto Richa: 65% dos curitibanos não sabem que ele renuncia em abril, deixando pela metade o mandato que na campanha prometeu cumprir até o fim; 63% não têm a mínima noção de quem é seu vice, que assume em definitivo como prefeito da quarta capital brasileira em população e orçamento; 58% aprovam que saia da prefeitura para disputar o governo do Estado.
Pena que a pesquisa não incluiu o grau de aprovação às ofensas que Roberto Requião fez a Beto Richa e à desistência de Richa ao processo que moveu contra Requião por conta das ofensas. Chegaria aos 80%. Brasileiro, não importa de que cidade seja, universitária como Curitiba e Brasília, ou atrasada como Canapi – terra dos Malta, de Rosane Collor, Alagoas – merece tudo que os políticos aprontam.
Brasileiro vota como se alimenta: no jantar não sabe o que comeu no almoço. Se Beto promete governar até o fim do mandato e sai na metade, pode-se acreditar nele para alguma coisa como governador – ou seja lá o que for? Nós merecemos nossos políticos. E eles nos merecem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>