19:14Braços cruzados nas casas populares

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Cascavel (Sintrivel) informa que os operários contratados para a construção de 153 casas populares em Cafelândia cruzaram os braços na última sexta-feira. Os salários estão atrasados há duas semanas.  Há relatos sobre situação idêntica em obras da Cohapar em Assis Chateaubriand, Braganey, Iguatu, Ibema, Maripá e Vera Cruz do Oeste. Hoje o deputado Elio Rusch (DEM), líder da oposição na Assembleia, encaminhou requerimento pedindo explicações oficiais do governo. O documento será votado na segunda-feira. “Parceria de um lado só não existe. O município cumpre a parte dele, que é doar o terreno e arcar com a infraestrutura. E o governo do Estado, como de costume, promete e não cumpre a parte que lhe cabe. Anuncia o lançamento, assina contrato, faz a festa, mas não entrega a obra e ainda deixa os trabalhadores na mão. Sem falar nas famílias que aguardam uma moradia digna.”, disse Rusch.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>