16:43O Sindicato dos Jornalistas, a greve da Guarda Municipal e a lei

Do ombudsman:

Em boletim divulgado nesta segunda-feira, o Sindicato dos Jornalistas do Paraná “se solidariza com os guardas municipais, que a despeito de decisão judicial de proibição, realizam greve”.  A nota:

Apesar de proibição, guardas municipais de Curitiba vão à greve

O Sindijor-PR se solidariza com os guardas municipais de Curitiba, que, a despeito de decisão judicial de proibição, realizam hoje greve reivindicando aumento salarial para elevar o piso da categoria dos atuais R$ 710,88 para R$ 1.300,00. Os guardas municipais estão em movimentação pela cidade e vão pressionar logo mais o prefeito Beto Richa durante a abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de Curitiba. A pressão já havia ocorrido pela manhã na convenção do PSDB no Hotel Bourbon, no Centro de Curitiba. Para garantir a legalidade do movimento, os guardas municipais mantêm um efetivo mínimo em atividade e vão tentar cassar a liminar que proibiu a greve impondo multa diária de R$ 10 mil ao sindicato dos servidores municipais (Sismuc) em caso de descumprimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>