10:18Ele pagou!!!

Do jeito que veio:

A “Escola de Governo” provocou a condenação do governador Roberto Requião ao pagamento de R$ 62.170,00 (principal e honorários) ao ex-ministro Euclides Scalco, em decorrência de decisão do Tribunal de Justiça do Paraná, confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça. O pagamento foi feito em dinheiro, no escritório dos advogados de Scalco.

Há três anos, no dia 13 de fevereiro de 2007, com transmissão ao vivo pela TV Educativa, o governador desferiu ofensas ao ex-ministro Euclides Scalco a quem acusou de estar envolvido em supostas manobras financeiras no DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Em suas declarações o governador também envolveu a família Richa – o prefeito Beto Richa, seu irmão José Richa Filho e o pai já falecido, além do empresário Darci Fantin.

Scalco publicou uma carta sob o título “Um governador no lugar errado”, lembrando que “governar é ter equilíbrio emocional, não agir sob o peso das emoções e muito menos ter o permanente mau hábito da agressão gratuita”. Além de desmentir o governador, comunicou que iria promover imediatamente ação de indenização por dano moral.

Com o título “Deixe de ser covarde, Requião”, o prefeito Beto Richa também publicou carta-resposta, onde afirmou que o governador “não tem limite para seus arroubos verbais – uma de suas marcas registradas”.

Na ação movida pelo escritório Breda Advogados Associados, Requião foi condenado a pagar a Scalco a importância de R$ 57.008,37, que agora será doada à Santa Casa de Misericórdia de Curitiba, acrescida de 10% de honorários advocatícios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>