15:51Buraco no colo

A quizumba da venda do Banestado, reanimada com a declaração de Osmar Dias (PDT) de que a venda foi um crime, vai acabar caindo no colo do irmão dele, Alvaro Dias (PSDB). Isso porque tem gente graúda do Centro Cívico que o problema do banco estatal começou mesmo quando o tucano era governador do Estado e, como ato final da administração, em 1990, liquidou o Badep e transferiu o passivo deste para o Banestado. Ou seja, abriu o buraco que não parou de crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>