4:48História da inteligência brasileira

Do blog de Marcelo Tas, no UOL: 

Em 1987, fui morar fora do Brasil, com uma bolsa da Fulbright, para estudar cinema na NYU- Universidade de Nova York. Alertado por um amigo- o designer Marcello Dantas- passei a frequentar uma concorrida aula de Literatura Brasileira, que acontecia toda semana num prediozinho antigo, de quatro andares numa travessa que levava à sempre agitada Washington Square. Para minha surpresa, esses encontros em torno de Machado de Assis, Guimarães Rosa, Aluizio Azevedo em plena Manhattan me fizeram reaprender a olhar o nosso país. O curso era ministrado pelo mestre Wilson Martins, crítico literário, que cativava a todos com sua inteligência, sagacidade e humor. Tinha muito gringo que aprendia portugues só para não perder a chance de saborear os trechos dos clássicos da nossa literatura que Martins fazia questão de ler na língua pátria. 

Ontem (sábado, 30), o professor Martins nos deixou, aos 88 anos. Que a sua memória nos inspire a estudar e nos conhecer melhor. A ele e sua família, o meu respeito, afeto e gratidão. 

PS: O título desse post é o nome de uma série imperdível de livros produzidos por Wilson Martins sobre o DNA do pensamento verde-amarelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>