11:24A Vila Icaraí e o “acordo” Requião/Richa

Algo há! “Prefeitura e Estado ampliam intervenção social na Vila Icaraí” anuncia o site oficial do Executivo Municipal. Sim, o governador Roberto Requião deu uma babada ao assistir a um vídeo “político” sobre o local onde aconteceu a chacina que ceifou a vida de oito pessoas e disse que era preciso unir esforços para ajudar os moradores do local, excluídos por natureza. Mas o que foi sinalizado no texto reproduzido abaixo pode ir muito além e confirmar o zum-zum-zum que corre no Centro Cívico sobre um acordo entre Requião e o prefeito Beto Richa para as eleições do ano que vem. A conferir.

A Prefeitura de Curitiba e o Governo do Paraná vão intensificar as ações sociais na Vila Icaraí, um dos principais bolsões de pobreza da capital paranaense. Neste sábado (31), as 1,2 mil famílias da ocupação terão um “Dia pela Inclusão Social”, uma feira de serviços públicos gratuitos de apoio à cidadania.

Na feira, as famílias poderão ter acesso a documentos, como carteira de identidade e trabalho, e fazer exames de saúde, consultas jurídicas, entre outras atividades de recreação e lazer. A região já vem recebendo intervenções urbanas e projetos da Prefeitura de Curitiba, do Governo do Estado e do Governo Federal.

Investimentos

Na quarta-feira (28), o coordenador do programa e diretor de Relações Institucionais da Cohapar, Doático Santos, e o administrador da Regional Cajuru, Cesário Ferreira, visitaram a Vila Acaraí para demarcar o local da feira. Doático aproveitou a ocasião e convidou os vereadores para fazer uma visita solidária no próximo sábado. Moradores e líderes comunitárias decidiram criar uma cooperativa de catadores de papel e uma associação de moradores na vila.
 
Ferreira disse que a prefeitura está investindo R$ 46,1 milhões na região em obras de habitação e urbanização e na construção do Parque do Centenário da Imigração Japonesa. Uma das melhorias já implantadas na área é um sistema de contenção de cheias, que inclui dois diques com 2,5 quilômetros de extensão.

Além da construção dos diques e do canal, também foi executado um aterro para a construção de 419 casas destinadas ao reassentamento de famílias que estão em condição crítica na área. As unidades estão em obras e parte delas já foi ocupada pelos reassentados.

Serviços

No “Dia pela Inclusão Social” serão oferecidos os seguintes serviços: avaliação corporal, exames de colesterol, glicemia, entre outros; medição de pressão arterial, tipagem sanguínea, fotografia para documentos, carteira de trabalho, carteira de identidade, corte de cabelo, previdência social, assistência jurídica e social, cartório, primeiros socorros, inscrição nos programas do governo (Leite das Crianças, Tarifa Social da Água, Luz Fraterna, Bolsa Família).

E ainda: palestras e oficinas (alimentação, alimentação na gestação, aproveitamento de alimentos, gravidez precoce, elaboração de currículo, cuidados na terceira idade, cuidados ambientais, reciclagem de lixo); atividades esportivas, recreativas e culturais (futebol masculino e feminino, pequenos jogos: bete ombro, frescobol, peteca, muro de escalada), recreação infantil (jogos de gincana, jogos lúdicos, pintura) e cinema.

Além da Cohapar, da Secretaria de Segurança Pública e da Prefeitura de Curitiba, a iniciativa terá como parceiros: Provopar, secretarias de Educação e Saúde, Celepar, Copel, Sanepar, Ipem, Agência do Trabalhador, IAP, Ministério do Trabalho, Defensoria Pública, cartórios, Corpo de Bombeiros, Voluntários em Ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>