18:58Ruth Bolognese

“Estarei, como sempre, tratando de tudo, do vestido da primeira dama ao escândalo da hora, fiel à superficialidade que permeia o ofício”. Só por esta declaração, Ruth Bolognese, a Serpente Ruiva, deveria ser lida neste Jornale como oração, todo santo dia. Ruth surpreende. Sempre. Desde que a conheci, há 31 anos. Deveria estar neste Jornale antes até do nascimento da publicação. Mas a Lusitana rodou e aqui está a moça. Para escrever o que acha, fiel à superficialidade que contém a verdade - mesmo que seja só dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>