9:27O buraco da solução

O jornalista Celso Nascimento explica bem explicadinho hoje, em sua (dele) coluna no jornal Gazeta do Povo, que na barafunda da novela do lixo de Curitiba vai acontecer o seguinte: as 2,5 mil toneladas produzidas diariamente pela capital e cidades da Região Metropolitana terão mesmo de ser jogadas na vala a ser aberta por sugestão do presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), o senhor Vitor Hugo Burko. E isto só poderá ser feito no terreno que pertence à empresa Cavo, em Mandirituba, pois já tem licença ambiental para tanto. Juntando lé com cré, temos que, de novo, o problema será resolvido pelo buraco da Cavo. Tem a ver, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>