11:04IBOPE revela: 83% dos paranaenses estão satisfeitos com a vida que levam

Do jeito que veio:

Pesquisa encomendada pela FAEP decifra o que os paranenses pensam sobre economia, política, meio ambiente e agropecuária (A íntegra da pesquisa está no site www.faep.com.br)              

A pedido da FAEP, no início de setembro, o IBOPE realizou uma pesquisa em todas as regiões do Paraná  abordando temas referentes ao comportamento da população diante de grandes temas como o meio ambiente, a economia e a política. Foram feitas 1512 entrevistas com grupos de idade, instrução e atividade urbanos e rurais, cuja escolha foi baseada no PNAD 2007 e TSE 2008. Cinqüenta e dois por cento dos entrevistados eram do sexo feminino e 48% masculino e a margem de erro foi de 3% para mais ou para menos.

É revelador o fato de que, pela ampla amostragem da pesquisa, 6% dos paranaenses estão muito satisfeitos com a vida que estão levando, 77% dos paranaenses estão satisfeitos, 15% estão insatisfeitos e apenas 2% estão muito insatisfeitos. Os números apresentados sobre o interesse em setores que afetam diretamente a população (Meio Ambiente, Economia e Política) parecem estar vinculados ao nível de informação e de interesse das pessoas. Por exemplo:

- 43% tem muito interesse em Meio Ambiente, 35% interesse e 17% pouco interesse;

- 38% são pouco informados sobre Meio Ambiente e 28% informados;

- 33% tem interesse em temas econômicos e 32% pouco interesse;

- 47% sentem-se pouco informados sobre Economia e 21% informados;

-  13% tem muito interesse em assuntos políticos, 41% pouco e 23% nenhum interesse

- 48% são pouco informados, 20% informados e 21% nada informados sobre Política;

      A TV (78%), os jornais (23%) e a Internet (19%) são os principais veículos de comunicação utilizados para a população se informar sobre o Meio Ambiente;

Na pesquisa encomendada pela FAEP, porém, buscou-se obter a opinião dos paranaenses principalmente sobre o Meio Ambiente, e de que forma são interpretadas questões como a responsabilidade pela execução da legislação ambiental, benefícios e prejuízos que atividades urbanas e rurais causam à natureza. Uma das constatações que chama a atenção é a de que todas as atividades ligadas à agropecuária obtêm índices de aprovação elevadíssimos da população.

     A água e as matas (76%), o solo (72%) e o ar (67%) são os principais elementos do meio ambiente, segundo a maioria da população paranaense;

65% consideram boa a qualidade do meio ambiente no Paraná e 23% ruim, enquanto

41% acham que a situação ambiental tem melhorado muito nos últimos quatro anos,

e 33% piorado;

41% dos empresários, segundo a pesquisa, tem se esforçado pouco em proteger o meio ambiente paranaense, e 27% não tem se esforçado. Esses índices são parecidos em relação ao esforço dos cidadãos, que, segundo a pesquisa, 44% dos habitantes se esforçam um pouco e 24% não se esforçam.

46% julgam abaixo da expectativa as ações públicas de preservação ambiental e 35% dentro da expectativa, enquanto indústrias e empresas têm 44% abaixo da expectativa e 32% dentro da expectativa;
 
 
 

Para 51% a poluição dos lagos paranaense é muito grave e 44% grave, enquanto a poluição de praias 59% da população julga muito grave e 34% grave. Já o desmatamento atinge 62% como muito grave e 35% grave, número próximo à questão das queimadas, onde 60% julgam muito grave e 37% grave. A poluição do ar tem 56% e 40% respectivamente para os mesmos julgamentos, enquanto o aquecimento global

é visto como muito grave e 20% grave. O lixo doméstico e hospitalar atinge os índices de 59% e 35%. E a poluição dos rios é considerada “muito grave” para 57% e grave para 40%.

As indústrias química e petroquímica (31%), os esgotos domésticos (9%) e o lixo doméstico são os maiores responsáveis pelos problemas ambientais no Paraná, segundo a pesquisa.

Quais atividades causam benefícios ou prejuízos ao Meio Ambiente?

Produção Agrícola – 73% benefícios e 16% prejuízos

Açúcar a álcool – 68% benefícios e 21% prejuízos

Pecuária – 80% benefícios e 11% prejuízos

Aves e suínos – 82% benefícios e 9% prejuízos

Leite e derivados – 87% benefícios e 6% prejuízos

Cultivo de grãos – 87% benefícios e 7% prejuízos

Cultivo de Frutas – 89% benefícios e 5% prejuízos

Plantio de Eucalipto – 80% benefícios e 13% prejuízos

As atividades industriais como o vestuário, informática, construção civil, turismo têm

índices superiores a 60% de aprovação como beneficiárias ao meio ambiente, enquanto

a borracha, papel e celulose, e automotivo atingem apenas 40%.

42% da população julgam que é possível desenvolver economicamente o Paraná “sem causar qualquer prejuízo ao Meio Ambiente”, enquanto 19% acham ser impossível.

E, 71% dos paranaenses acreditam que as leis e normas de proteção são adequadas, pois impedem que qualquer agressão seja cometida ao meio ambiente. 33% concordam que o meio ambiente deve ter prioridade sobre o crescimento econômico e 16% julgam o inverso.

41% dos entrevistados estão dispostos a pagar mais por alimentos produzidos por empresas que possuem programas de manutenção e ampliação de florestas, e 39% não estão dispostos.

Quem é o principal responsável pela fiscalização e cumprimento das leis ambientais?

Governo Federal – 33%

Governo Estadual 13%

Prefeituras – 29%

As próprias empresas – 20%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>