9:12Terminal

Da Procuradoria da República no Estado do Paraná:

A Justiça Federal em Curitiba condenou nove integrantes de uma quadrilha especializada na prática de crimes de furto e roubo contra terminais de auto-atendimento bancário (ATM) e residências a penas que variam entre dois e 36 anos de reclusão. Eles foram denunciados pelo Ministério Público Federal em dezembro do ano passado e condenados pela prática de crimes de tentativa de latrocínio, sequestro, roubo e furto qualificados, porte ilegal de armas e formação de quadrilha. Somadas, as penas aplicadas superam 193 anos de prisão.

A condenação é resultado das investigações realizadas durante a
“Operação Terminal”, que teve início a partir da notícia de que a
quadrilha (formada inclusive por um policial militar) estaria atuando em
Curitiba e região. A Operação Terminal culminou na prisão de nove
pessoas, em 24 de novembro de 2008, por envolvimento em ao menos oito
crimes de furto e roubo (dois deles a residências em Curitiba e na
cidade de Lapa/PR), além de uma tentativa de homicídio. Na oportunidade,
foram apreendidas armas de grosso calibre, inclusive uma
submetralhadora, utilizadas pelo bando para a prática dos crimes, bem
como maçaricos e instrumentos empregados  no arrombamento dos ATM’s.
A decisão foi proferida em 23 de setembro de 2009 pela 1ª Vara Federal
de Curitiba (Ação Penal nº 2008.70.00.014752-8).
(7/10/2009)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>