8:48Pré-sal e dedo na boca

Na discussão sobre a divisão do capilé do pré-sal, o Paraná, mais uma vez, está assistindo de camarote. O editorial da Gazeta do Povo de ontem, defendendo a atual política de extração e nem triscando na questão do capilé, fez um ministro poderoso balançar a cabeça negativamente logo no café da manhã. Enquanto os governadores dos estados que hoje ficam com o grosso dos royalties do petróleo foram a Brasília pressionar o governo federal para que tudo continue como está, por aqui, com raras exceções, faz-se cara de paisagem para, depois, chupar o dedo e reclamar quando não houver mais jeito. É isso o que se comenta no Palácio do Planalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>