8:11Fogo e fumaça

Da coluna do jornalista Celso Nascimento, publicada hoje no jornal Gazeta do Povo:

Fumacê 1

A prefeitura de Curitiba recuou na decisão de comprar 20 mil cigarros, conforme previa o Edital 142/2009 da Fundação de Ação Social (FAS). Um pregão eletrônico para efetivar a compra foi realizado no último dia 20, menos de 24 horas depois de o prefeito Beto Richa ter assinado a Lei Antifumo. Quando saiu a notícia da contradição, publicada nesta coluna anteontem, aconteceu o meia-volta volver.

Fumacê 2

Ontem a FAS reconheceu que não ficaria bem concluir a compra em razão da nova lei. E passou a questionar, também, se seria válido continuar a praxe de fornecer cigarros aos desvalidos sob tratamento contra dependência química, mesmo porque os funcionários seriam fumantes passivos – o segmento que a lei, prioritariamente, quer proteger. Por isso tudo achou por bem cancelar o resultado do pregão, em que um fornecedor tinha oferecido o lote de cigarros, da marca Rey, por preço superior ao que se compra por unidade na banquinha da esquina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>