10:42Positivo, exorbitante

Roberto Carlos vem aí e o pessoal do Teatro Positivo caprichou: tascou lá ingressos de R$ 400 a R$ 1,2 mil como se a capital da província fosse o principado de Mônaco. Depois reclamam que o espaço fica vazio, como aconteceu com a orquestra sinfônica de Israel sob o comando de Zubin Mehta. Há excesso de espetáculos a preços exorbitantes. Roberto Carlos cantou de graça em Florianópolis em comemoração aos 50 anos de carreira. Aqui, os maganos da política poderiam dar este presentão para a ninguenzada. Mas, não, até para a chamada classe média pagar quatrocentão para ver o cantor é pesado demais. O jeito é ficar em casa e cantar “Quero que tudo vá para o inferno”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>