8:30Com paraguaios, mas pensando na eleição do Paraná

O ministro Paulo Bernardo está em Foz do Iguaçu. Terá uma conversa logo mais com representantes do governo do Paraguai sobre o acordo firmado entre o presidente Lula e o presidente Lugo a respeito do aumento do valor da energia comprada pelo Brasil. O assunto é importante, mas é a política da província que interessa muito ao petista. Ele acha que a definição da candidatura de Beto Richa, com a confirmação de Valdir Rossoni como presidente do PSDB do Paraná até o final do ano que vem, é importante, porque, logicamente, isso leva o senador Osmar Dias (PDT) para mais perto do PT, que quer um bom espaço aqui para a candidatura presidencial da ministra Dilma Rousseff. Bernardo não conseguiu falar ontem com Dilma a respeito da repercussão, junto ao presidente, da conversa que eles tiveram com o governador Roberto Requião. Confirma, contudo, que nada mudou e que haverá outros encontros. Ou seja: o PT continua disposto a ter o PMDB na empreitada para eleger Osmar Dias. Mas, como política é nuvem, o ministro, bem humorado, também não descarta candidatura própria do PT no Paraná: “Estou começando a me entusiasmar pois cheguei a 5% nas pesquisas”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>