7:25O que vem por aí

A quantidade de pesquisas despejadas na cabeça dos paranaenses nos últimos dias, algumas com diferenças absurdas de 24 pontos para o mesmo candidato, fez alguém assoprar na orelha de Sergio Guerra, presidente nacional do PSDB, para ele parar de gastar dinheiro com os levantamentos. Mesmo porque, em todas elas cristalizou-se o que já se sabia: uma disputa entre o prefeito Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT) será um pega-pra-capar dos bons. Se ficarem juntos, mantendo a aliança do passado recente, o candidato não terá concorrentes. O senador Alvaro Dias, que quer ser o canditado do PSDB, já disse que não enfrentaria o irmão. Osmar Dias não abre mão da candidatura. Richa trabalha nos bastidores e vai cozinhar tudo no banho-maria até o último momento, ou seja, março do ano que vem. Há ainda o panorama da campanha presidencial, ainda indefinido, que vai influenciar nas decisões da paróquia. Agora surgiu Marina Silva e Ciro Gomes, que desistiu de concorrer ao governo de São Paulo. A candidatura de Dilma Roussef não é mais certeza, por conta do tratamento de saúde. Portanto, resta acompanhar e conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>