10:12Lógica dos sentimentos

Queria a presença matemática da emoção,
saber divisar a lógica da imaterialidade dos sonhos,
construir castelos e participar de suas ruínas
quando a vida, de leve, sinalizasse sua extinção.
Separar fantasias: vivê-las e deixá-las partir,
sem mágoas, rancores, dores atravessadas.
Asséptico queria ser. Monossilábico, bisturi.
Meu olhar não tem essas qualidades,
meu peito não traz gráficos e certezas,
as letras que me habitam não seguem em linha reta.
Queria a descrença, usar menos adjetivos,
tocar nas manchas disformes
- únicos vestígios das essências –,
falar menos, silenciar, morrer.

de Zeca Corrêa Leite

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>