11:43Ataque de bárbaros depois do futebol

História de barbárie curitibana relatada por um jornalista amigo do blog:

Depois da partida de sábado passado entre o Atlético Paranaense e o Palmeiras segui para a casa da minha namorada, que mora no Centro, para encontrá-la e seguirmos para a minha residência, que fica em Colombo. Pegamos o ônibus Santa Cândida – Capão Raso, na Estação Central, e para minha surpresa, já no Passeio Público, o veículo foi apedrejado por todos os lados. O mais assustador é que só era possível ver 3 torcedores com a camisa do Atlético dentro do ônibus e mesmo assim a confusão não parou. Quando se aproximava da Estação Maria Clara, nas proximidades do Couto Pereira, o ônibus foi perseguido por aproximadamente 50 pessoas. Os passageiros gritavam para que  o motorista não parasse no tubo, ele respeitou a ordem mas parou na estação seguinte. Os torcedores do Coritiba, cantando músicas do Comando Norte (Facção violentíssima da torcida organizada do Coritiba), destruíram a porta 5 e invadiram o ônibus. Nunca vi tanto desespero na minha vida! Foi uma vergonha!

Para piorar, quando chegamos no Terminal Cabral o ônibus foi cercado por 5 viaturas da polícia, como se os culpados estivessem dentro do veículo. Não consegui me conter e xinguei um policial de burro, para minha sorte ele entendeu a revolta. Mais uma vez a história se repetiu. Mais uma vez tivemos um ônibus apedrejado naquela região e a polícia finge que tudo está normal. Será que é tão difícil prender estes bandidos ou a polícia está fazendo corpo mole? Não vou falar e nem acho que só a torcida do Coritiba tem marginais, mas a Império Alviverde está passando dos limites. Algo precisa ser feito e espero que vocês colaborem para que as autoridades enxerguem de uma vez por todas esta barbárie. Para se ter uma ideia, de tanta confusão que já vi, eu já consigo reconhecer quem são os bandidos. Por este motivo não consigo entender tanta letargia dos nosso policiais.

4 ideias sobre “Ataque de bárbaros depois do futebol

  1. cezar

    A policia militar esta com um contingente visivelmente insuficiente para atender a população. (20.000 segundo site da PM) Daí, fica-se tirando policial de um setor para cobrir outro. Antigamente era visível a falta de policiamento de trânsito. Com o caso Carli, foram deslocados policiais para o trânsito, desguarnecendo outros setores que não estão tanto na mídia.

    Mas o Governador diz: “Temos a melhor polícia do Brasil” e o povo “gostia”.

    Portanto, se a população continuar votando por paixão, vai continuar se ferrando. E isso serve para todos (Requião, Osmar, Alvaro, Richa, etc, etc.)

    Se quisermos mudanças devemos agir assim:

    PISOU NA BOLA, NÃO SE ELEGE MAIS, NEM PARA SINDICO.

    Se continuarmos a agir como eleitores torcedores vai continuar assim: falta de policiamento, administração incompetente, escândalos, mordomias, etc. etc.

  2. jeremias bueno

    As torcidas organizadas são organizações criminosas que devem ser combatidas por todas as pessoas de bem.

    São bandos, são quadrilheiros. Merecem o desprezo dos torcedores de verdade e ostensiva repressão policial.

    É incrível que sejam tratados com “carinho” pelos programas esportivos e com “respeito” pelas autoridades policiais naquelas reuniões inúteis para prevenir maloqueirices.

    Os dirigentes clubísticos também deviam cortar as “vantagens” que são fornecidas aos líderes das torcidas.

  3. Zé Roberto

    A torcida organizada império alviverde, assim como as outras torcidas organizadas, não teriam como sobreviver sem a ajuda dos clubes para quem eles dizem torcer. O Coritiba facilita viagens para esses arruaceiros irem brigar em outras cidades e cede a sede dentro do estádio para eles sem cobrar nenhum aluguel; ainda oferece 200 ingressos “subsidiados” a R$5 para que esses bandidos entrem no estádio para torcer pra eles mesmos, já que a império (como toda torcida organizada) só canta músicas incitando a violência e enaltecendo eles próprios. A imperio alviverde tem uma loja, onde vende camisas e outros artigos, concorrendo com a loja oficial do clube que fica a menos de 50 metros. Fazem concorrência com o clube e o clube não faz nada.

    Mesmo quando não há jogo no Couto Pereira (como no último sábado), esses “torcedores” comparecem em bando na sede da torcida, onde ficam consumindo drogas e fazendo arruaças sem serem incomodados pela polícia, nem quando a vizinhança reclama. Quebram ônibus, “tocam o horror”, e ninguém aparece para tomar um providência.

    Sábado que vem, a tarde, os mesmos indivíduos que atacaram esse ônibus, vão estar todos na sede da IAV (Rua Mauá esquina com Amâncio Moro – Alto da Glória), e garanto que não vai aparecer nem Polícia, nem Ministério Público, nem URBS, nem Coritiba para tomar satisfação do fato ocorrido.

    Seria fácil, se houvesse vontade!

  4. LALO

    Os clubes são empresas privadas como qualquer casa de espetáculos, só frequenta quem gosta e paga. se ouve falar que tal treinador ou jogador ganha baldes de grana é claro que isso deve vir de algum lugar, ingresso. Então senhores se o clube podem pagar verdadeiras fortunas para seu elenco e na verdade é um local de espetaculos como teatros ou restaurantes, tem que ser responsabilisados, contratando vigilantes preparados. Policia não é só para a elite. (Até parece, mas teria que ser)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>