9:03No escurinho da tv

Do ombudsman:

A rapaziada do “Bom Dia Paraná”, da RPC bem que poderia rever essa mania de fazer entrevistas ao vivo. Pelo menos durante o inverno. Nem se comenta aqui os assuntos, mas neguinho tem que levantar às cinco da madrugada, com um frio danado e, sonolento, responder às perguntas no meio da rua e na maior escuridão. Repórter e equipe também sofrem. Não há quengo que funcione direito sob essas condições. Por que não gravar no dia anterior?

4 ideias sobre “No escurinho da tv

  1. Monte Castelo

    E a gente, merece assistir aquelas caras amarrotadas, engruvinhadas tipo maracujá de gaveta ?
    E o raciocínio ? Volta depois das 9.

    A P O I A D O.

    Campanha pelo fim do ao viovo na RPC.

  2. Carlos

    Não só nas manhãs, mas também no horário de almoço.
    Pra que serve a entrevista ao vivo? Pro cara falar o óbvio, ainda por cima gaguejando?
    Faz uma entrevista gravada que é muito melhor.
    Coisa de provinciano…quer mostrar que tem equipamento para fazer entrevistas ao vivo.
    E o pior é ver as outras emissoras fazerem o mesmo.

  3. Apoiador

    APOIADO! Chega de inserção ao vivo na RPC. TODO DIA tem, não importa se o tema é relevante ou não. Na grande maioria das vezes a reportagem poderia perfeitamente ter sido gravada e editada, pois não há NADA a ser noticiado “in loco”. Dá a impressão de que “agora que compramos o equipamento, tem que usar”, sem se preocupar com a qualidade final. Além disso, inúmeros entrevistados são vítimas de um corte abrupto em seu raciocínio por conta do tempo cronometrado…

  4. João André Villas Boas

    É simples… sem as entrevistas, eles não conseguem fechar os tempos dos jornais. Falta gente para produzir matérias para tanto tempo de telejornal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>