14:33Crônica de dois assassinatos anunciados

De um amigo do blog:

Que limites haverá de ter a incompetência das autoridades que administram a segurança pública do Paraná? E até quando aceitaremos como natural essas atrocidades sangrentas que ocorrem quase que diariamente em nossas cidades, na maioria das vezes fruto de uma absurda falta de sensibilidade e, reitero, de competência? E de comando?

Estou me referindo ao assassinato, na madrugada de ontem, de um casal de idosos em Pinhais, na Região Metropolitana. De acordo com informações da Polícia Militar, dois homens invadiram a casa onde eles moravam por volta das cinco da manhã. Idalécio dos Santos e Etelvina dos Santos, ambos de 64 anos, foram mortos com um tiro na cabeça cada. Uma filha do casal também foi baleada.Agora vamos aos detalhes que marcam essa tragédia e mostram como funciona a pasta comandada pelo sr. Luiz Fernando Delazari. A família exterminada ontem sofria ameaças havia vários meses POR AJUDAR A POLÍCIA nas investigações do caso da morte do neto, ocorrida em 2005. A fachada da casa onde moravam está cheia de perfurações de tiros.

Segundo o superintendente da delegacia de Pinhais, Ninrod Valente, em reportagem publicada pela Gazeta do Povo de hoje, a família havia registrado um boletim de ocorrência na delegacia em 2006, no qual afirma que sofria ameaças.  Mas nada foi feito. Santo Deus! 

Pergunto: se estivéssemos num estado sério, num país com o mínimo de rigor e pudor o sr. Delazari já não haveria de ter sido demitido? Ou não teria pedido a própria demissão há muito tempo?

3 ideias sobre “Crônica de dois assassinatos anunciados

  1. jango

    Temos que mudar o nome da Secretaria de Estado – é a Secretaria de Estado da Estatística da Morte e do Sangue dos paranaenses … Este é mais um custo do voto da última eleição, a par dos passivos bilionários que vão ficar de herança deste governo para o povo pagar, conforme noticiado neste semana pela mídia. E ninguém ou nenhuma entidade (nem pública nem privada) toma sequer uma providência quanto a esta situação – a apuração da incompetência e da malversação pública.

  2. Tarquinio

    Desgraça não se mede, mas o caso do casal de idosos é infinitamente mais grave que qualquer outro recente de que se tenha notícia em Curitiba e região.
    como se trata de pessoas humildes, será esquecido em dois ou três dias.
    assino embaixo do que escreveu o amigo do blog: é absolutamente estarrecedor que o casal tenha sido deixado à própria sorte, um caso de morte anunciada.
    Esse rapaz que responde pela Secretaria de Segurança, se não prender os responsáveis no prazo de 48 horas, deveria se demitir de suas funções, se tiver vergonha na cara.

    Mas o mais grave não é a incompetência da autoridade policial. mais triste somos nós, que nada fazemos para pôr um fim à violência desenfreada.
    Os pais dos garotos mortos pelo ex-deputado estão dando um exemplo de cidadania, mas o exemplo se extingue em si mesmo.
    até quando vamos nos omitir por tudo o que ocorre à nossa volta, fazendo de conta que nada temos a ver com essa tragédia cotidiana?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>