8:50Os radares e Galeão Cumbica

O Ministério Público entrou na jogada dos radares e a Justiça pode anular a prorrogação emergencial do contrato com a Consilux, informa hoje o jornalista Celso Nascimento na Gazeta do Povo. A cada dia surge um novo caroço neste angu. Se continuar assim, logo, logo a prefeitura de Curitiba vai ter de transformar os pardais e as lombadas eletrônicas em peças de decoração do chamado mobiliário urbano. Se isso acontecer, vai ter muita gente imitando o personagem Galeão Cumbica, do saudoso comediante Rony Cócegas, na Escolinha do Professor Raimundo, quando ele dizia, colocando a língua para fora: “Aí eu choro: aaauuuuaaaauuuuu”.

Uma ideia sobre “Os radares e Galeão Cumbica

  1. Qua Qua

    Enfim o Ministério Público entrou na jogada. Parece-nos que o caso (muito estranho) será esmiuçado de cabo à rabo em busca da verdade dos fatos. Só falta agora o juíz responsavel derrubar essa prorrogação contratual e mandar a tão bondosa e correta URBS, sob a direção do neo-comunista Marcos Isfer, realizar licitação dentro dos padrões normais e transparentes. E dai, que vença quem tenha a melhor proposta. Esse é o caminho que se espera. Chega!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>