15:22A condenação do padre e um crime não esclarecido

A condenação do padre Adelino Gonçalves, ex-prefeito de Mariluz, deu um alento de esperação à direção do PPS do Paraná sobre um outro crime de natureza política ocorrido há 10 anos. Trata-se do assassinato de Miguel Donha, até hoje no limbo do esquecimento. No caso do padre, ele foi condenado pelas mortes do vice-prefeito do município, Aires Domingues, do PPS, e do presidente local do partido, Carlos Alberto de Carvalho, o Carlinhos. O crime aconteceu numa quarta-feira de Cinzas, no 28 de fevereiro de 2001. Adelino continua padre, apenas está licenciado para tratamento de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>