2:21A continha

Não se fala em outra coisa no Centro Cínico: depois que os deputados estaduais aprovaram a contratação dos funcionários virtuais, o presidente Nelson Justus (DEM) poderá defender com veemência a não inclusão dos tais naquela continha desprovida de inteligência que divide o total de servidores da Casa do Povo pelo número dos nobres parlamentares - para se ter uma medida, com transparência, de quanto apoio, em média, cada um deles precisa, para defender com eficiência os interesses da população.

4 ideias sobre “A continha

  1. Olhar de lince

    Logo, não será surpresa se aprovarem, com vistas às próximas eleições, o parlamentar virtual. Aquele que se elege, recebe salário e diz trabalhar pelo povo da sua casa ou de algum lupanar.
    E é capaz de dizer, ainda, que está ajudando o erário a economizar em luz, água, telefone e gabinete…

  2. SYLVIO SEBASTIANI

    O jornal Gazeta do Povo de hoje (16/04/09) destaca na 1a, página:’SINAL VERDE PARA OS FANTASMAS” e cita sua “Opinião da Gazeta”, que é de arrepiar até os mais cínicos de todos os políticos existentes, os mais corruptos de todos que possam existir na política, deixando os deputados estaduais abaixo , bem abaixo do “c” dos cachorros, que finalmente diz: “NO MAIS, A ASSEMBLÉIA LEGALIZOU UMA PRÁTICA ESPÚRIA E CORRENTE NA CASA. OFICIALIZARAM A IMORALIDADE”. Que Vergonha para a nossa Casa de Leis, que Vergonha para o nosso Paraná, que Vergonha para a nossa Juventude, que Vergonha para Curitiba a Cidade Universitária!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>