7:15Quilômetros de história

O jornalista Gilberto Larsen está enfiado num projeto e tanto. Ele está escrevendo um livro sobre a história dos trasnportes no Paraná. Você, por exemplo, sabe o que Palmira representou para a logística paranaense? A localidade, hoje um pequeno povoado de São João do Triunfo, abrigou um porto fluvial de grande movimento às margens do rio Iguaçu na época do Lloyd Paranaense S/A, que funcionou de 1915 a 1953. Larsen também descobriu em suas pesquisas que o início do pedágio rodoviário remonta a século XVIII, conta como foram as  intervenções para tornar o Caminho da Graciosa carroçavel e ainda mostra quem foram os primeiros empreiteiros que atuaram no porto de Paranaguá. O jornalista relata detalhes da Guerra dos Portos entre Antonina e Paranaguá e revela do porque a Estrada de Ferro do Paraná, ligação de Curitiba com Rio Branco do Sul, projeto que completou cem anos no mês passado, não foi adiante. Do chamado modal aéreo, ele relata como os aviões desciam nos arrabaldes de Curitiba, antes da existência do campo do Bacacheri. Aguarda-se o lançamento deste grande documento.

2 ideias sobre “Quilômetros de história

  1. Pé Vermelho

    Moleza pro Gilberto Larsen. Tomara que o seu livro saia entre dia 1º e cinco do mês. Fora disso, 100 R$.

  2. Pé Vermelho

    100 R$ quer dizer, sem dinheiro, tá minha gentem, pois eu sou mortal talisqualis qualquer um, aliás, já sei que vou morrer nesse século…(e sei que vai ser bem no finzinho…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>