10:11Sapatadas

por Sergio Brandão

Acabo de ver no telejornal da “poderosa” um repórter arremessando um sapato num ministro indiano, durante entrevista coletiva. O jornalista se irritou com as respostas evasivas e não teve dúvidas… Claro, lembrei do ex-presidente George W. Busch que, pouco antes de deixar o cargo, quase ficou com o selo de um fabricane de sapatos pregado na testa. Imagine se a moda pega por aqui? Com o apoio da população, os jornalistas estariam começando uma nova era para o mercado de sapatos. Muito provavelmente, os políticos do Rio Grande do Sul passariam a ser o mais comportados. Claro, quase a metade da população usa botas! Imaginou levar uma na cara?
Tá certo, seria o fim do mercado de sandálias havaianas, mas também  a recuperação do mercado de tamancos. O cara entrou descalço numa coletiva, você já sabe, ou já arremessou toda munição ou tá no esquema.Isso mudaria o comportamento nacional. Ficariamos mais leves, sem culpa, com aquela sensação de missão cumprida. Por aqui, o Centro Cívico seria a região mais disputada pelos lojistas, principalmente pelos que optarem pelo mercado de sapatos usados.

4 ideias sobre “Sapatadas

  1. ALDA SAMPAIO

    Aqui no Brasil,exceto alguns, os profissionais da mídia não precisam se desfazer de seus sapatos. Basta que publiquem as notícias como realmente elas são, sem ser tendenciosos…..seria um grande feito à humanidade !
    alda

  2. jeremias bueno

    Sergio, e quem acertará sapatadas em jornalistas desinformados?
    Aqui em casa eu já arremessei vários sapatos em Galvão Bueno e Jasson Goulart.
    Na Mirian Leitão já acertei dois pares de havaiana e um tênis Nike.
    O problema é que quase quebrei o aparelho de TV.

  3. isabel andreazza

    Sérgio, muito pertinente seu artigo sobre sapatadas.

    Sempre achei voce um execelente repórter, ótimo apresentador, e agora, um bom articulista.

    Sinto falta de seu programa “Persona” no Canal da Universidade, esperamos que seja reativado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>