23:22Fala que a gente escuta

Do ombudsman:
 
Diogo Mainardi (Veja e Manhattan Connection na GNT) faz o gênero ame-o ou odeio-o. Boçal, arrogante,  pai de Deus, idiota, besta ou virtuoso, genial, brilhante – vai do gosto de cada um. Mas nesta semana, na Veja, ele destrincha uma maracutaia de 1 bilhão e 300 milhões de reais de negociata com royalties da Petrobras, e que daria uma suculenta comissão de 260 milhões a Victor Martins. Quem é esse distinto? É irmão do  companheiro Franklin Martins, Ministro de Comunicação Social de Lula. A Polícia Federal investigou, fez relatórios e puft, sumiu. Segundo Mainardi, delegados foram afastados, promovidos, transferidos, aquelas coisas. O colunista amado e odiado pede uma CPI na Petrobras, mas enquanto ela não vem o ministro-jornalista terá (terá?) de livrar a cara do irmão. Se não falar,  consente. PS.: 1.300.000.000.000,00 dá quantas casas populares?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>