7:56Nepotes sem cálculo

Suspeita-se que existem 20 casos de nepotismo na Assembléia Legislativa, levando-se investigação feita a partir do levantamento feito entre os 2.458 funcionários ali registrados. O Ministério Público do Paraná abriu procedimento para apurar. São poucos, considerado o universo total de funcionários e também dos deputados, principalmente se comparado ao que sempre se falou no fofoquê do Centro Cínico. Mas como estes cálculos podem ser considerados “carentes de inteligência” pelo presidente da Casa, o nobre deputado Nelson Justus (DEM), fica assim mesmo: 20 casos de nepotismo.

4 ideias sobre “Nepotes sem cálculo

  1. Alexandre

    A publicação da lista, mesmo que carente de muitos dados, é excelente, mas afronta nossa inteligência. Como é que dezenas de ex-deputados permanessem empregados na Casa? E a penca de jornalistas que recebe da Alep, mas não aparecem para trabalhar, e ainda assim cobrem os eventos da Casa por veículos outros? E a lista de servidores que não foi publicada? Onde estão os quase 300 funcionários exonerados no mês passado? E os funcionários à disposição de outros órgãos? Dezenas de perguntas ainda devem ser respondidas.

  2. SYLVIO SEBASTIANI

    Alexandre, falta também a lista dos aposentados, pois muitos deles que “NUNCA” trabalharam se aposentaram até como Procuradores, com salários superiores a R$20 mil. É um escândalo a Casa das Leis do nosso Paraná.

  3. Alexandre

    Também é preciso lembrar que precisamos ficar de olho na lista de nepotes no legislativo e executivo municipal. Com toda certeza não é menor do que na ALEP. Ao menos dois casos são amplamente conhecidos, apesar de todo mundo fingir que não se trata de nepotismo. O irmão e a mulher do prefeito continuam todos faceiros pendurados na prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>