1:01Diploma made in Paraguai

O diário ABC Collor de ontem denunciou que 3 mil brasileiros se encontram no Paraguai realizando “breves cursos de pós-graduação de duas semanas”, a fim de obter títulos de mestres ou doutorado de algumas universidades privadas, como a Autônoma de Assunção, Americana e Norte. As “aulas” ocorrem entre 13h e 22h, com intervalo de duas horas (17h às 19h) e por R$ 520 reais é possível se obter diplomas de “Mestres” e de “Doutor” em em Educação, Saúde Pública e Administração. Portanto, não é mais só uisque falsificado….

Uma ideia sobre “Diploma made in Paraguai

  1. Sérgio Meyer

    Isso não começou depois que a turma da comunicação do Governo do Estado começou a dar as caras por lá? Seria coincidência :)?

  2. Romualdo de Amorim

    Faço mestrado em administração, deixo todos os meus afazeres, abri mão de minhas férias neste período, e terei que retornar novamente em julho, adiantando férias, o mesmo se derá em 2009, para depois em época oportuna vir a defender minha dissertação, em até dois anos depois de concluir o curso. Antes consultei a CAPES e MEC, simplesmente não me atenderam. Os cursos aqui são amparados em acordos e protocolos assinados por países membros do Mercosul, portanto é legal no Brasil, inclusive com amparo de Decreto Presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>