8:09Sozinho, numa conversa a três

Antonio, o Conselheiro, envia a primeira mensagem do ano:

Hoje me apanhei no flagra. Falando sozinho. Nada de estranho nisso, afinal, a família está na praia e eu estou sozinho em casa. Normal.

Normal? Não mesmo. Primeiro porque eu não bebi nada. Segundo porque estávamos em três: eu, falando comigo mesmo, e eu, mero expectador e crítico, assistindo.

Eu, o conversador, dizia para mim mesmo o quanto era triste e impressionante essa jogada do Lula de, na virada do ano, driblando a legislação eleitoral, mexer no bolsa-família, e reinventar a compra de votos do tempo dos “coroné nordestino”.

Eu, o ouvinte, concordava comigo mesmo e dizia: é a teoria da conspiração do seu pai (o meu mesmo, não Aquele lá de cima) – manter a ignorância e a pobreza do povo, obrigá-los a votar e, no meio da miséria que você mesmo plantou e incentivou, lançar um raio de luz  e esperança, com o dinheiro que lhes falta pra comer e ter saúde, e que você tirou deles mesmos.

E eu, o que a tudo assistia, vaticinei: cala a boca vocês dois e vão dormir juntos. Afinal, amanhece o dia e está tudo no seu devido lugar, como sempre.

E, impressionante: os dois eus que começaram essa estranha e intempestiva conversa, obedientemente, foram dormir. O que assistia, o terceiro, acho que saiu pra dar uma volta.
 

Uma ideia sobre “Sozinho, numa conversa a três

  1. O RUIM, jeremias

    Ze Beto,

    Volto de f’erias e vejo esse Antonio Consellheiro escrevendo sobre ele, ele e ele.
    Tem gente que e’ unipresente e essa cara e’ tripresente.
    Que especie de conselheiro voce usa para se aconselhar?
    Esse cara e’ meio loucao, nao e’ nao?

    Pior e’ que um dos tres saiu pra dar uma volta de madrugada e um outro, dos dois que ficaram conta pra todo mundo, inclusive pra mulher deles tres, que … putz, chega, tou ate’ parecendo o Antonio Conselheiro: meio louco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>