8:43Pum e pânico

 Texto de JamurJr.

Assaltos nas ruas das cidades brasileiras estão se transformando numa imensa paranóia. Circular de carro em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e mesmo Curitiba, sem medo, é coisa para monge budista. A paranóia parece que tomou conta de todos em toda parte. Mesmo em pequenas cidades onde esse tipo de crime é mais raro, seus habitantes já suam frio nas mãos quando andam nas ruas. O brasileiro não era assim. Paranóia sempre foi coisa de norte-americanos. Estes sim vivem quase permanentemente com medo de atentados e outros tipos de violência produzida por inimigos que nem imaginam quem são e de onde vêm. O esquema de segurança nos aeroportos é incrível. Tem equipamentos para vasculhar a alma do viajante. Chegam a absurdos que muitas vezes acabam em situações que se transformam em piadas. Nos registros desses casos há um que merece ser contado, mesmo que seja reprise. Trata-se de um fato muito comum nos elevadores brasileiros, que não assusta ninguém, apenas agride o olfato.  Um avião da American Airlanes foi forçado a fazer um pouso de emergência depois que uma passageira acendeu um palito de fósforo para disfarçar o cheiro de um poderoso pum liberado a mais de 10 mil pés de altura.  O vôo tinha como destino Dallas e foi desviado para Nashville, após o protesto de passageiros atingidos em cheio no nariz pelo poderoso pum de primeiro mundo. A paranóia dos norte-americanos com atentados é tão grande que o FBI passou horas fazendo investigações para se certificar de que não se tratava de algum gás mortífero fabricado pelo Bin Laden e seus companheiros.  A mulher, autora do grande pum aéreo, foi exaustivamente interrogada. Nada negou, pelo contrário, informou aos agentes policiais que tem uma produção de gases de fazer inveja ao senhor Evo Morales e que não consegue segurar por falta de melhores condições de vedação. O episódio serve para distrair os brasileiros sofridos que passam horas nos aeroportos esperando pelo avião que não chega. Se nos Estados Unidos a aviação sofre interrupção por causa de um peido, imaginem no Brasil, onde a caca é geral e já tomou conta do hangar?
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>