5:22O PPS e a Copel no pedágio

Da nota oficial do PPS sobre o projeto do governo do Estado de disputar a concessão de rodovias pedagiadas. O título  é “Requião brinca com o patrimônio público”:
 
 …o governador pretende enganar a população pela terceira vez. Quer ele mesmo entrar no ramo do pedágio. Antes, queria acabar com o clube das concessionárias; agora, quer ser admitido como sócio.
 
… o governador surge com novas idéias demagógicas, com mais uma proposta diversionista. De fato, não parece estar em busca de uma solução, apenas de mais uma jogada de marketing.
 
Mais uma vez vai usar dinheiro público, o nosso dinheiro, para financiar um delírio que tem tudo para acabar em desastre.
 
Desviar de função uma empresa como a Copel é o mesmo que colocá-la à mercê dos lobos. 
 

Uma ideia sobre “O PPS e a Copel no pedágio

  1. Arrrelia

    E dá-lhe pedágio. O Governador não se conforma de perder. Promete o que não pode cumprir. Bem falou o povo do PPS, é tudo uma “grande brincandeira” e “delirio” do sr. Governador. Se existisse exame psquiátrico, como requisito básico para assumir cargos políticos, certamente todos esse problemas não existiriam. E dá-lhe Pedágio, E da-lhe Ministério Publico, e Dá-lhe derrtota.

  2. juarez carlos cabelo

    E o PPS, na falta do que fazer que caracteriza seu dia-a-dia, vem a público dizer o que todos já sabemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>