11:44Todos contra

O fato de a petista Gleisi Hoffman navegar em torno dos 10% nas pesquisas externas e internas reforçou a teoria de que, para se chegar a um segundo turno e, aí sim, sair na mão limpa com o prefeito Beto Richa (PSDB), somente pulverizando os votos com vários candidatos no primeiro turno. O PT já conversou com Rubens Bueno (PPS) e quer que o PDT de Osmar Dias lance candidato também. Sem falar no PMDB, onde, avalia-se, o melhor candidato é mesmo Rafael Greca, presidente da Cohapar. Esperava-se melhor desempenho da mulher do ministro Paulo Bernardo. Assim como um abalo na imagem do atual prefeito por conta da divulgação do escândalo da “sogra fantasma” de seu ex-assessor direto. Agora aposta-se num time inteiro de candidatos capazes de tirar votos de Richa e impedir que ele leve a taça no primeiro turno. Isso é o que se pensa agora.

Uma ideia sobre “Todos contra

  1. Edmond Dantes

    É o que se pensa agora e a única chance dos adversários de Beto Richa. Se não for assim, já era! Se existe alguma chance do Prefeito não se reeleger é com a pulverização de votos por intermédio de vários candidatos de várias tendências, mesmo assim, duvido que a oposição leve esta. Só o “caso da sogra” não é o suficiente, apesar de durante a campanha ela, a sogra, acredito eu, vai fazer um bom estrago.

  2. Ana Karenina

    Corre na praça outra versão. Que a possível pulverização dos candidatos no primeiro turno serve justamente para ajudar o atual prefeito, que seria seriamente ameaçado no caso de uma aliança entre o PMDB e o PT. Corre também, à boca pequena, que tal acordo para facilitar a reeleição do prefeito se deu recentemente, envolvendo um escândalo na política nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>