0:08Pedágio e chá

A Assembléia Legislativa aprovou a lei que autoriza a Copel a participar da licitação para exploração de pedágio em rodovias federais. Se alguém saiu do ar durante a campanha do governador Requião em 2002, quando ele afirmou que iria acabar com esta prática ou diminuir as tarifas, e voltou agora, vai achar que os políticos tomaram baldes de chá alucinógeno.

Uma ideia sobre “Pedágio e chá

  1. Arrelia

    Um dos maiores absurdos que ficará registrado na história do Paraná. Uma companhia de energia elétrica que deveria se preocupar em investir no sistema energético, para que daqui uns 20 anos não venha a faltar a luz elétrica, tem por política de Governo, a capacidade jurídica de gerenciar pedágio nas estradas. Só para “refrescar a memória”, sua Excelencia, o Governador Requião, declarou em sua campanha política, para a primeira eleição: “Vou acabar com o pedágio no Paraná”, o povo acreditou! Requião não conseguiu acabar com o pedágio. Para sua reeleição Requião declarou em sua segunda campanha: ” Ou o pedagio baixa, ou acaba o pedágio”, novamente parte do povo acreditou. Disse ainda o canditado à época da reeleição: ” Vou construir as “Estradas da Liberdade”, que serão mais de 32.000 km, para os motoristas não pagarem mais pedágio. Conclusão; Após dois anos quase da segunda reeleição ao Governo, Requião não baixou as tarifas do pedágio; Não acabou com o pedágio; Não construiu as Estradas da Liberdade, e muito pelo contrário, agora quer o Estado participando oficialmente do pedágio do Parana. E nós, como se fossemos carnerinhos, temos que ficar vendo tudo isso, e ainda chamar o Governador de “Excelência”. É mole ou quer mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>